Racismo e criminalidade biodeterminada no caso Durval Teófilo – 09/03/2022 – Por: Flávia Gilene

Conteúdo: Trazer à discussão os conceitos de raça, racismo e racismo institucional. Para tanto, faz-se necessário situar a linha do tempo da discussão de racismo institucional no Brasil a partir do início do Século XX, além de abordar aspectos referentes à medicina social e à eugenia nos estabelecimentos tais como igrejas, prisões, cemitérios, hospitais, bordéis e escola. A reflexão destaca, também, as forças armadas nesse contexto, bem como as origens do biodeterminismo, no discurso da Escola Positiva de Direito Penal, e os projetos de intervenção social decorrentes.

antalya bayan escort