O Mapa de Dados se propõe a ser referência para qualquer pessoa (estudantes, acadêmicos, jornalistas, gestores, profissionais em geral) na busca de dados sobre o racismo e a população negra em nosso país. Como impacto a longo prazo, o Mapa de Dados influenciará ações afirmativas, bem como a implementação de políticas públicas e privadas de equidade racial. Este é um projeto vivo, uma vez que, a cada momento, novos dados são gerados e publicados. Neste primeiro ano, esperamos como resultado sensibilizar os formadores de opinião pública e acadêmicos para o uso da Mapa, tangibilizando nos seguintes marcos:

– Realização de um boletim técnico semestral sobre dados acerca do panorama racial no país.
– Produção de artigo acadêmico com dados primários e secundários sobre a conjuntura da questão racial no Brasil.
– Ser utilizado por pelo menos cinco universidades do país para produção acadêmica.
– Criação de parcerias com outros institutos e/ou movimentos sociais para uso das informações e desenvolvimento de análises qualificadas para projetos de direitos humanos.
– Realização de, pelo menos, um seminário (ou evento similar) para debate sobre o tema.
– Participação em workshops e/ou eventos para disseminar tais conteúdos.
– Ser fonte para matérias sobre o tema na imprensa brasileira.

Pesquisar

antalya bayan escort